Água e terra: memória, vida e morte em Nostalgia de la luz e El botón de nácar

Autores/as

  • Lis Yana de Lima Martinez Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Lucía Sá Rebello Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palabras clave:

Documentário, Patricio Guzmán, Nostalgia de la luz, El botón de nácar, Memória

Resumen

Neste artigo, pretende-se tecer algumas considerações acerca dos documentários Nostalgia de la luz (2010) e El botón de nácar (2015), do cineasta chileno Patricio Guzmán. O objetivo é compreender que a memória opera por fragmentos, mas que a vida deixa rastros e, também, observar o modo como o ser humano reage em suas lutas psicológicas em relação à água e à terra, dois elementos primitivos. Será feito, portanto, o uso principalmente de alguns postulados, por exemplo, de Bachelard e Seligmann-Silva, entre outros teóricos, para que se possa observar o projeto de imaginário que estrutura as obras. Objetiva-se, ainda, tecer observações que interligam as propostas de ambos os documentários.

Publicado

2020-12-18

Cómo citar

de Lima Martinez, L. Y., y L. Sá Rebello. «Água E Terra: Memória, Vida E Morte Em Nostalgia De La Luz E El botón De nácar». Tenso Diagonal, n.º 10, diciembre de 2020, pp. 35 -2, https://tensodiagonal.org/index.php/tensodiagonal/article/view/273.

Número

Sección

Territorios Usurpados - artículos